O seu gosto musical está diretamente ligado ao seu cérebro

O seu gosto musical está diretamente ligado ao seu cérebro


Se você é mais emotivo, provavelmente gostará de músicas mais calmas, enquanto pessoas mais críticas curtem um som mais pesado. Pesquisas apontam também que existem tipos de música para tarefas específicas do dia a dia. Vejamos:

 

Faça prova escutando Rock
Um estudo realizado com 22 estudantes que fizeram 6 diferentes tipos de prova, mostra que o rock afetava duas características da prova: a precisão e o tempo. Os estudantes tiraram as maiores notas e também demoraram mais tempo ao ouvir rock ou jazz. Já aqueles que terminaram mais rápido, porém com nota mais baixa, escutavam pop e dubstep (um tipo de música eletrônica). Os resultados afirmam que estilos como o pop são muito úteis para aumentar sua motivação em tarefas repetitivas.


Corra ouvindo pop e eletrônica
Correr na esteira não é dos melhores exercícios, a maioria das pessoas acha chato, entediante e cansativo, mas todo mundo sabe que o exercício faz bem para a saúde. E o estilo de música pop pode lhe ajudar neste momento. Um estudo com jovens e adolescentes obsesos mostrou que o uso da música como distração fez com que os participantes correspondem por muito mais tempo. Assim, rock, pop e hip hop com um ritmo mais acelerado podem dar aquele último sprint quando você acha que já não aguenta mais.

 

Concentre-se com jazz e música clássica
É difícil se concentrar quando existe barulho. A música pode ser uma boa forma de neutralizar esses ruídos – o desafio é encontrar o tipo de música que não funcione também como outra distração.

Um jazz mais lento e uma música clássica são uma boa ideia. Uma outra alternativa apoiada cientificamente é usar sons da natureza que podem ajudar neste momento.

 

Hip hop e rap
O hip hop e o rap, segundo psicólogos da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, defendem que estes estilos de música podem ter efeito terapêutico e ajudar no combate à depressão.

Quando escutamos raps que falam de uma vida que partiu de uma situação precária e conquistou uma melhor, segundo os pesquisadores, a mensagem captada é de esperança, conquista e libertação. A pessoa se imagina como alguém vitorioso, o que já é uma grande conquista contra a depressão.