A importância da iluminação cênica para o seu casamento


Antes de detalharmos o assunto, é necessário explicar que: Iluminação Arquitetural tem como objetivo iluminar árvores e fachadas dos espaços para eventos; Iluminação Ambiente cuida especificamente do ambiente onde se localizam os convidados; Iluminação Decorativa tem como função iluminar a decoração, como arranjos de flores e a mesa do bolo e doces. Podemos, ainda, para facilitar a compreensão, denominar a Iluminação Arquitetural, Ambiente e Decorativa como Iluminação Cênica, afinal, a função verdadeira dessas luzes em seus respectivos lugares é valorizar todo o espaço, ou seja, acena do casamento.

Nos últimos anos, a Iluminação Cênica nos casamentos tem sido item de primeira necessidade. Foi-se o tempo em que bastava acenderem-se as luzes para “clarear” o ambiente. Hoje em dia, a iluminação se tornou uma necessidade tão importante quanto a escolha do DJ e suas músicas, ou a decoração e os tipos de flores, ou ainda o Buffet e os mais variados tipos de cardápio.

Toda essa novidade está ligada diretamente ao conceito de que a fotografia é a recordação mais importante do inesquecível momento. E que ficará para sempre! O álbum de fotos é sempre visto pelos noivos e familiares e uma foto bonita é sempre motivo de felicidade!

Para se fotografar de maneira especial, procurando novos ângulos ou focos diferentes, percebeu-se que a Iluminação Cênica é o que faz as fotografias serem únicas, com tons que só a união da lente da câmera com a frequência luminosa da luz poderia render aquele “algo diferente”, que cada noiva deseja de seu casamento.

Ao repararmos o significado da palavra fotografia, encontraremos a junção de Foto (Luz) com Grafia (Escrita), compreendendo-se que, portanto, Fotografia é uma maneira de se escrever aquilo que a Luz iluminou no momento do clique. Fica óbvio que, para se fotografar, a luz tenha que existir. E ainda, quando podemos realçar tons e misturar cores, o resultado é exclusivo, pois não existem limites para essas atenuâncias diante dos profissionais da Foto e da Iluminação.

 

E se tratando de iluminar, não existem regras absolutas de qual tom de cor utilizar para cada ambiente. O que existe é uma tendência a iluminar determinados ambientes de acordo com o tom da decoração, ou ainda, iluminar arranjos com a mesma cor da flor, para ter resultado de cores mais vivas nas fotos, como por exemplo, utilizar luz verde para realçar árvores, ou cor âmbar em ambientes de Decoração Rústica.

ea73fa75-6094-42e0-b97d-824e55685161

Como o casamento em si é um evento social e, mesmo que tudo caminhe para uma grande balada, é necessário iluminá-lo adequadamente para que as fotos tradicionais na mesa do bolo, dos noivos com os pais, padrinhos e demais convidados não sejam prejudicadas. O tom âmbar, por exemplo, é uma tendência perfeita, pois deixa o ambiente mais aconchegante, transformado, como se fosse um jantar a luz de velas. Tudo isso são apenas tendências, e que fique bem claro, o mais gostoso é justamente liberar a imaginação e criar misturas interessantes de cores e dar profundidade nas fotos.

Como podemos observar, existem muitos detalhes para se analisar. Preparar uma festa de casamento não é mais como antigamente, apenas escolher um vestido ou para onde viajar na Lua de Mel. A criatividade hoje em dia nos faz enxergar que é necessário se aprofundar muito mais na escolha de todos os itens e, indiscutivelmente, escolher muito bem os profissionais que realizarão a montagem de sua festa. O ideal é fazer uma união de profissionais que trabalhem em harmonia, partindo do Decorador, passando pelo Iluminador e terminando, com “chave de ouro”, no Fotógrafo que, este sim, vai enxergar em cada detalhe uma oportunidade para sua criatividade, e deixar tudo registrado no álbum de fotos do seu Casamento.